https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Negro Desalento

 
Negro Desalento
 
Algo derramava
Aquela cor escarlate…
O sangue da alma,
Que baloiçava nos olhos.

A pele doía-lhe…
A sombra de si própria
Onde as curvas do espírito,
Estavam reduzidas a nada.

Poderia afogar-se,
Naquele rosto…
Uma companhia silenciosa,
Uma agonia sem gosto.

Viver,
Essa tarefa ingrata…
Adormecia-lhe a mente,
Cansava o corpo.

Uma força fria,
A voz que se abria….
Penetrava-lhe o coração
Fazendo-a reflectir….

A promessa,
Que existia algo,
Para além da vida,
Aquele desespero absoluto…

Onde se deixava ir,
Para aquela mão…
Que se estendia
Onde poderia partir…
Na sombra daqueles passos,
Por fim.

CA

 
Autor
Carii
Autor
 
Texto
Data
Leituras
478
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
19 pontos
13
3
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 28/11/2017 16:20  Atualizado: 29/11/2017 12:20
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade:
Mensagens: 1824
 My passion
Gostei do seu texto.




Open in new window
Open in new window

Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 29/11/2017 10:08  Atualizado: 29/11/2017 10:10
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade:
Mensagens: 1808
 Re: Negro Desalento
Gosto muito ... muito banito


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/11/2017 10:12  Atualizado: 29/11/2017 10:12
 Re: Negro Desalento
Muito intenso esse texto. Complicado em um primeiro olhar mas... intenso e cheio de imagens bem desenhadas, que transmitem uma ideia "claustrofóbica" de solidão; imagem esta que se "desmancha" no ultimo verso como uma janela aberta, um horizonte descortinado oferecendo uma nova possibilidade.

Depois disso tudo que escrevi e que deve ser, S.M.J., deletado... resta o desejo de que mais textos assim cheguem ao luso.

Abraços

|


Enviado por Tópico
sisnando
Publicado: 29/11/2017 19:25  Atualizado: 29/11/2017 19:25
Colaborador
Usuário desde: 21/10/2008
Localidade: Fafe
Mensagens: 580
 Re: Negro Desalento
Gostei de seguir os passos do seu poema! Abraço amigo


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 01/12/2017 18:36  Atualizado: 01/12/2017 18:36
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29152
 Re: Negro Desalento
Um belo poema onde se aplica os verdadeiros alentos em lindas e belas palavras


Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 26/02/2018 16:30  Atualizado: 01/03/2018 16:05
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade:
Mensagens: 1824
 Não te escondas atrás de rosas velhas






Não te escondas atrás de flores vermelhas
Se acaso pensas que o sol se inclina
Diante delas estás enganada, ele
Sente o mesmo quando está pra ti virado

Não finda de brilhar sobretudo
Quando te mostras, não te escondas atrás
De rosas velhas








Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 27/02/2018 12:19  Atualizado: 27/02/2018 12:19
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12439
 Re: Negro Desalento P/Carii
Por quê esconder... se é uma força viva da Natureza e uma encantadora poetisa? Brilhante alento, achei lindo!
Beijoca doce Vólena