https://www.poetris.com/
Poemas : 

Campo molhado

 
.




Na janela, debruçado;
do rosto do mês de abril
vou sentindo o mais sutil
cheiro de campo molhado.

A chuva da noite toda
bateu nas folhas do chão;
batem no meu coração
velhas cantigas de roda.

Houve lá num tempo ausente
uma cação doutra idade,
desconforme da presente
mesquinha e vil realidade.

Sem saber bem a razão,
aqueles campos tão belos,
minha fé, os meus castelos,
já tombaram pelo chão.


Hoje sou a saudade imperial
Do que já na distância de mim vi...
Eu próprio sou aquilo que perdi...
(Fernando Pessoa)


 
Autor
Juanito
Autor
 
Texto
Data
Leituras
100
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
nereida
Publicado: 13/01/2018 11:16  Atualizado: 13/01/2018 11:16
Colaborador
Usuário desde: 27/08/2017
Localidade: São Paulo
Mensagens: 624
 Re: Campo molhado
Muito lindo amigo, gostei porque e coisa que vivo e meus castelos já caíram faz tempo! Muito Belo poema! Besito