https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sociais : 

Justiça a la carte brasileira (AjAraujo)

 
Open in new window

Morosa,
quando o réu é de suas hostes
Ostentosa,
casta de privilégios, "auxílios"

Ruidosa,
seletiva, parcial, midiática
Inquisidora
O peso da toga não sustenta a empáfia

Não se pode chamar a isto
(salvo exceções) de justiça
A mão que bate o martelo
não é (nunca foi) castiça

O Brasil segue capitania
da hipocrisia, postiça.

AjAraujo, o poeta humanista, escrito em janeiro de 2018.

Imagem e citação de Bertolt Brecht
 
Autor
AjAraujo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
210
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.