https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

Fantasmas do presente

 
 
Amanhecer no cinzento purulento
Dos dias vazios, frios...
Estranhas formas difusas
Almas errantes, distantes...
Concebidas na mente demente
De um frustrado presente
Prenhe de um futuro incerto
Desacreditado...
Talvez até, violento!
É este o fruto de um estupro
Ocorrido num canto escuro
De uma rua suja, nauseabunda
Pejada de fome, droga
Prostituição e...
A dois passos da morte!

Open in new window


*... vivo na renovação dos sentidos, junto da antiguidade das lembranças, em frente das emoções...»

Impulsos

coisa pouca

 
Autor
cleo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1247
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Carla Ribeiro
Publicado: 26/03/2008 12:53  Atualizado: 26/03/2008 12:53
Super Participativo
Usuário desde: 04/06/2007
Localidade: Resende/Vila Real
Mensagens: 128
 Re: Fantasmas do presente
Cenário sombrio, esse... Mas muito bem descrito.

Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 26/03/2008 13:19  Atualizado: 26/03/2008 13:19
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: Fantasmas do presente
Fatos que ocorrem ainda em nosso cotidiano. Belo escrito,Cléo. Bjs

Enviado por Tópico
Carlos Ricardo
Publicado: 26/03/2008 19:14  Atualizado: 26/03/2008 19:14
Colaborador
Usuário desde: 28/12/2007
Localidade: Penafiel
Mensagens: 1829
 Re: Fantasmas do presente
Cleo,

Os teus versos sombrios remetem-me para uma realidade quotidiana que tem uma estranha virtualidade de significar algo, para além de ela própria. Quando falamos em realidade também estamos a falar de realidade virtual. A realidade também é fantasmagórica. E nós passamos pelas coisas como fantasmas invulneráveis e imunes...Mas, até que ponto?
Beijo

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 26/03/2008 19:16  Atualizado: 26/03/2008 19:16
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: Fantasmas do presente
O realismo em poesia é uma dupla arte requerendo duplo talento. Parabéns

Enviado por Tópico
juvepp
Publicado: 26/03/2008 20:51  Atualizado: 26/03/2008 20:51
Colaborador
Usuário desde: 13/04/2007
Localidade: Machico - Madeira
Mensagens: 547
 Re: Fantasmas do presente
Olá Cleo
Estás coberta de razão o mundo de tais personagens, quais "almas errantes" é tal e qual como descreves. Seres humanos de "futuro incerto" muitos deles os nossos jovens com futuros hipotecados.
Parabéns pela descrição de um mundo tão "cinzento" e tão real. Beijinhos. Fica bem.

Enviado por Tópico
Sant'Ana
Publicado: 26/03/2008 21:05  Atualizado: 26/03/2008 21:05
Participativo
Usuário desde: 13/03/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 34
 Re: Fantasmas do presente
POema em carne viva.
Sempre visceral o teu sentir seja em linha de prosa seja em ondas de poemar.

Um beijo.

PS.: Obrigado por tanto.