https://www.poetris.com/
 
Duetos : 

Terra queimada

 
Tags:  solidão    tristeza  
 



Fugitivo da terra queimada
Preso no seu próprio domínio
Sozinho no meio de nada
sob o luar vermelho sombrio

Num arrepio que sente
Sobre a sombra que o assombra
Neste sentido de morte
Entre as cinzas desta terra

Luta contra os pesadelos
Com coração carregado de dor
Mas esconde-se entre os rochedos
Com sangue fervendo de rancor

Uiva da morte anunciada
Com a saudade sentida
Mas que na mente, mente tanto
Que esquece a dor que o coração sente



Isabel Morais Ribeiro Fonseca
José Coimbra

 
Autor
Legan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
668
Favoritos
6
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
62 pontos
2
6
6
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 06/08/2018 10:19  Atualizado: 06/08/2018 10:22
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade: Algures em Portugal
Mensagens: 2688
 Re: Terra queimada
Poeta Legan
Foi um prazer fazer consigo estes versos
Estes duetos
Obrigado bem haja um abraço José
Open in new window

Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 08/08/2018 17:33  Atualizado: 08/08/2018 17:34
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade: Portugal
Mensagens: 612
 Re: Terra queimada
Bom poema, que sintetiza e relata a dor e a tristeza da "Terra Queimada".
Realmente sendo o bicho homem o maior predador nato ao cimo do planeta terra, destruindo muitas das coisas essenciais da natureza e na evolução dos tempos cada vez mais vai incendiando e queimando terras,florestas levando as espécies vivas a fugir e abrigarem-se, as que conseguem, pois a morte é iminente e implacável para muitos deles.
Maldita a ganância e a maldade do homem.
Por tudo isto apetece-me expressar o meu grito de revolta. Aaaaauuuuuuu 🐺🐺🐺

Abraço.