https://www.poetris.com/
Poemas : 

Chega meu bem

 


Chega meu bem
Do mar, da terra e do céu:
Chega de andar, de falar.
As ruas são de asfalto e pavimento,
Os meus pés, minhas pernas se cansam
De me esperar.
Chega meu bem
De amar, de odiar e de ser indiferente,
De oferecer teu corpo, teu presente e teu futuro.
Cansei de te ver, de te acompanhar
E de te tocar com o meu viver
Nas praias, dentro das casas e das praças.
Chega meu bem
Das horas dos dias e dos anos
Que convivi contigo
Te fazendo o ser
Que ontem não conhecias
E que te pede licença
Pra te representar:
Na escola, no restaurante,
Nas ruas, praças,
Em todos os lugares
Que te faz presente.

Chicão de Bodocongó




Chicão de Bodocongó foi a melhor maneira de homenagear o bairro que moro a trinta anos na cidade de Campina Grande ( Bodocongó ), Paraíba. O meu nome é Francisco de Assis que é acompanhado pelo sobrenome Cunha Metri e faz pouco dias que venho publican...

 
Autor
ChicãodeBodocongó
 
Texto
Data
Leituras
76
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.