https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

Pesadelo

 

Por vezes,
sinto-me amordaçado pelo tempo
tenho dificuldade em respirar,
e ao meu pensamento
surgem mãos que me estrangulam
abraços que me sufocam,
causando-me uma profunda angústia
que a minha imobilidade
não me permite esquivar,

mexo-me e remexo-me agitado,
envolto nos lençóis das memórias,

alaga-se-me o corpo
num suor doentio, escaldante
que me faz saltar da cama,
fugindo sobressaltado
do terrível pesadelo,

sentado na beira do leito,
aquietado, respiro profundamente
sinto um relaxante alívio,
serenamente fico em paz

José Carlos Moutinho
29/1/2019

Decreto-Lei, nº 63/85
dos direitos do autor


 
Autor
zemoutinho
 
Texto
Data
Leituras
211
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.