https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

tamanho

 
O que quer que se divida
será sempre em sombra e luz,
par oposto que nos conduz
e dá a profundidade à vida.

Se, por vezes, é ela que escolhe,
outras somos nós que escolhemos
com estes olhos com que vemos,
onde quer qu’esse olhar olhe.

Entre a cegueira ou o traço claro,
em que só um dos dois impera,
perde-se o lugar, o tempo, a era,
o apoio, o eterno amparo.

No limite superior da claridade
o escuro do mais escuro espreita.
Um verso sem frente que se deita,
que nos incita, que me invade.



A minha pátria é a língua portuguesa.
Bernardo Soares

Saibam que agradeço todos os comentários, de coração...
Por regra não respondo.



 
Autor
Rogério Beça
 
Texto
Data
Leituras
202
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
1
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 21/09/2019 08:54  Atualizado: 21/09/2019 08:54
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2028
 Tamanha é a claridade no escuro
Open in new window