https://www.poetris.com/
Poemas : 

Tudo tem um fim (II)

 
"Quando te digo que vou embora,
Eu não quero mesmo ir,
Dói ter de ir
Mas dói mais se eu ficar,
Não consigo viver assim
O meu dia a dia
Nesta inquietude sem fim,
Onde eu quis mudar o mundo
Mas só eu é que mudei...
Sei que vais notar a minha ausência,
Tal como eu notava a tua
Quando estavas junto de mim...
Mas agora nada quero
E ao mesmo tempo quero,
Sei o que quero
Mas não quero o que sei,
Por isso deito fora o que guardei,
E do tudo,
Ficarei outra vez sem nada,
Sem nada no fim,
Sem nada no começo,
Vazio apenas,
Como se todos os anos
Tivessem sido consumidos
Pelas areias do tempo..."

Enederian


 
Autor
Enederian
Autor
 
Texto
Data
Leituras
105
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Barbozza
Publicado: 27/06/2020 12:31  Atualizado: 27/06/2020 12:31
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2009
Localidade: Brasil - Alagoas
Mensagens: 1448
 Re: Tudo tem um fim (II)
Enederian, um poema que descreve um momento de inquietação, fica ou vou embora? Es a questão, valeu bom sábado para ti.