https://www.poetris.com/
Poemas : 

OUSADIA

 
.
.
.
Não sou jardineiro,
mas cultivo mil flores
em sambas canções...
Desbravador não sou,
mas onde fores, vou;
desvendar sãs utopias...
Sou bom navegador, sim,
pois vivo entre mares,
surfando alvas brumas e
águas salitres multicores;
até sem poesia nenhuma...
Sonho sob céus estelares,
sobre Anas, Marias, Dolores...

Fosse eu poeta um dia;
escreveria sem culpa
somente versos verdades,
denunciando sem dó
covardias e maldades,
sublinhando as palavras
desfalecidas de medo...
Cantaria dores omissas
sussurradas ao vento,
engasgadas no grito...
Seria talvez eu poeta, seria;
sonhador sou de horizontes,
'bon vivent' da boemia,
reecontrando meus amores
sob lençóis em noites frias...
Mas penso que nada sou;
ou tudo sou com maestria...
Que Deus me perdoe a ousadia!...


 
Autor
ZESILVEIRADOBRASIL
 
Texto
Data
Leituras
130
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
kirinka
Publicado: 27/10/2020 17:13  Atualizado: 27/10/2020 17:13
Colaborador
Usuário desde: 17/03/2015
Localidade:
Mensagens: 804
 Re: OUSADIA
"Fosse eu poeta um dia;
escreveria sem culpa
somente versos verdades,
denunciando sem dó
covardias e maldades,
sublinhando as palavras
desfalecidas de medo...
Cantaria dores omissas
sussurradas ao vento,
engasgadas no grito...
Seria talvez eu poeta, seria;
sonhador sou de horizontes,
'bon vivent' da boemia,
reecontrando meus amores
sob lençóis em noites frias...
Mas penso que nada sou;
ou tudo sou com maestria...
Que Deus me perdoe a ousadia!..."


Permita-me a ousadia zé Silveira

Permita-me a ousadia
sendo que
um bom mestre vai entender
que quem o admira
certamente o vai transcrever.
E nestes escritos
e em outros que virão
junto do seu violão
mais poesia vai crescer.

Sem versos de mentira
e numa nota só
vou sair de mansinho
para que outros o possam ler
pois acredito
que tenham o mesmo prazer
em o "conhecer".


Abraço da Luka