https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Esperança : 

uma trégua que me adie a morte

 
Tags:  céu    nostalgia    sorte    sentidos    aves  
 
as aves do céu
recordam-me o tempo que se foi
e o que me resta,
a nostalgia que dói
como se o coração fosse muro
embaciado,
e dentro dele o sol quebrado.

na mente, claro escuro
sobressaltos violentos
que me avisam os sentidos,
já se despenham pensamentos
enegrecidos.

vejo a passar nuvens vazias
vão como a minha viagem em quietude
surgem para dar-me os bons dias
trazendo uma trégua que me adie a morte
o fluir da minha mão, e com sorte
voltar livre, o sol ao coração.

natalia nuno


Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
477
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
6
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Egéria
Publicado: 08/02/2024 14:47  Atualizado: 08/02/2024 14:47
Usuário desde: 28/09/2009
Localidade:
Mensagens: 845
 Re: uma trégua que me adie a morte
Olá,
entreguei-me à sua poesia... encantadora...
Beijinhos.


Enviado por Tópico
Paulo-Galvão
Publicado: 08/02/2024 15:05  Atualizado: 08/02/2024 15:05
Usuário desde: 12/12/2011
Localidade: Lagos
Mensagens: 1169
 Re: uma trégua que me adie a morte
Olá Natália,
Passar por aqui é sempre uma renovada satisfação de litura.

Abraço


Paulo


Enviado por Tópico
Alpha
Publicado: 08/02/2024 18:30  Atualizado: 08/02/2024 18:30
Membro de honra
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 1860
 Re: uma trégua que me adie a morte
Olá, Natália

Tudo é bem-vindo sempre que nos alivia as dores sejam elas físicas ou psíquicas. Conseguir um ponto de equilíbrio em todas as fases da vida é sempre muito importante. A poesia é sem dúvida um dos expoentes máximos para esse equilíbrio. Os poemas que nos trazes são sempre a prova disso mesmo. Nunca te canses de escrever porque isso é o sol das tuas quatro estações!

Beijinhos