Poemas : 

Gaza nem gaze

 



paz é grito curto
tosse seca
cusparada que evapora
no sorriso do deserto.

dentro da cerca
e o cerco
o abate que
o longe não
esconde

logo ali tem um gemido
quase perto
meio longe

onde?



Aquela mania de escrever qualquer coisa que escorrega do pensamento.

Open in new window

 
Autor
MarySSantos
 
Texto
Data
Leituras
152
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
26 pontos
4
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 02/03/2024 06:17  Atualizado: 02/03/2024 19:09
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 1935
 Re: Gaza nem gaze
Quem vai à guerra dá e leva*1


Lembra, não sou saco de pancada,
deixa-me bem apagado no chão,
a esvair, coisa ensanguentada,
certo de que, para a morte, me levam.

Se me levanto de cegueira dada,
foge de barco, ou de avião,
que mais do que cego da porrada,
vira um cepo cada minha mão.

Não há gaze no mundo que pare
o sangue dessa hemorragia,
nem um "penso logo existo"*2 nenhum.

Deixa-me bem apagado de ar,
reza que só escreva poesia,
ou mato a fome deste jejum...


(de cheiramázedo)

*1 provérbio português
*2 frase de Reneé Descartes no seu Discurso do Método


Enviado por Tópico
ZeSilveiraDoBrasil
Publicado: 02/03/2024 14:28  Atualizado: 03/03/2024 13:01
Administrador
Usuário desde: 22/11/2018
Localidade: RIO - Brasil
Mensagens: 1916
 Re: Gaza nem gaze
.
.
.
...onde?
...onde agora nem os olhares testemunhos, nem as vozes de apelo e os comboios humanitários conseguirão adentrar...
...tudo está desconciliado...
.. sangues e lágrimas ficarão coagulados nas areias para sempre...
...restou o grito do poema!

Meu abraço caRIOca!

Enviado por Tópico
Egéria
Publicado: 03/03/2024 10:48  Atualizado: 03/03/2024 10:48
Usuário desde: 28/09/2009
Localidade:
Mensagens: 889
 Re: Gaza nem gaze
Olá,
favorito!!!
Abraço