Poemas : 

Espelhos inesperados

 
se um pingo desse castigo
festejasse em você
o meu sofrer

não doeria só por doer

a noite não andaria sem sono
a vida não viria com essa conversa mole
de que o amor é cheio de afazeres

cada dia seria contaminado
entrecortado por um abraço
forte como a morte

a dor aconteceria além do seu controle
pareceria bonita, naquele momento

permitiria que você pense

(que)só eu sei como



Vania Lopez


Devo confessar que sou o contrário, meus passos seguem em contrário.
Sou uma pessoa inquieta, vou onde meu vento me leva. Artista Plástica e escritora, as vezes sem saber se pintoraqueescreve ou escritoraquepinta...
Procuro por algo, mas a intenção n...

 
Autor
Vania Lopez
 
Texto
Data
Leituras
137
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
44 pontos
10
5
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Aline Lima
Publicado: 30/05/2024 01:37  Atualizado: 30/05/2024 01:37
Usuário desde: 02/04/2012
Localidade: Brasília- Brasil
Mensagens: 654
 Re: Espelhos inesperados para Vania Lopez.
Querida, Vania.
A forma como você explora o compartilhamento da dor e a transforma em algo significativo é ao mesmo tempo poderosa e tocante.
Sua crítica às convenções superficiais do amor e da vida ressoou profundamente comigo.
Há uma sensação de urgência e intensidade emocional muito envolventes em todo seu poema.
O que mais posso dizer ? Adorei.
Beijos.
Aline.


Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 30/05/2024 04:28  Atualizado: 30/05/2024 04:28
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 10549
 Re: Espelhos inesperados
Leio-te e contenho-me sempre em dizer-te o que sinto, por não saber muito bem expressar-me, comentar não me é fácil, porém, para mim é sempre surpreendente a tua Poesia, faz-me sonhar escrever como tu... maravilhosamente!

Querida Vania,
desejo que sejas feliz
beijinho


Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 30/05/2024 08:42  Atualizado: 30/05/2024 08:43
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 2037
 Re: Espelhos inesperados
Mãe tecto.

Só não sei do negrito. O porquê.
Ou sei, sei lá.

A vida trata-te bem. Bem maior essa dor, do que a mesmice.
Ou antes, melhor.

Andas a pegar fogo...

Abraço

ps.: (impossível não te favoritar)


Enviado por Tópico
Barbozza
Publicado: 30/05/2024 16:19  Atualizado: 30/05/2024 16:19
Membro de honra
Usuário desde: 24/07/2009
Localidade: Brasil - Alagoas
Mensagens: 1580
 Re: Espelhos inesperados
Vania Lopez, LINDO AMIGA POETA, UMA INSPIRAÇÃO EXTRAORDINÁRIA E PROFUNDA-, ABRAÇO.


Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 30/05/2024 18:33  Atualizado: 30/05/2024 18:33
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Lisboa/loures
Mensagens: 8389
 Re: Espelhos inesperados
Na hora da dor,
Carece-se dum abraço
Pra estancar
O estuário do sofrimento.

Gostei da leitura.

Abraço,
Upanhaca