https://www.poetris.com/
 
Mensagens -> Desabafo : 

Meu doce e querido amor

 
Meu doce e querido amigo.

Foi uma noite terrível!
Ao mesmo tempo em que um calor intenso percorria meu corpo, um frio, que mais parecia o da morte, gelava-me a alma...
Viro na cama pra lá, pra cá, o peito oprimido, possuído por uma dor aguda, profunda que dilacera o coração!
O preço da desilusão é muito alto, e acabei pagando caro por acreditar...
Primeiro foi o nome... Mentira de primeira, especial! Nike?Nome? Qual o Nike? Qual o nome?
Até hoje não sei. E logo comigo que conheci em detalhes particularidades, intimidades que só na virtualidade podem ser reveladas: carências afetivas, decepções com amigos no trabalho, a falta de amar
verdadeiramente alguém, aquelas vontades repentinas de pular do alpendre...enfim sou testemunha viva de seus mais íntimos desejos..
Ainda bem que, no que se refere ao sentimento, não fui enganada. Eu sempre soube que o meu amor era de mão única, e sou lhe grata por isso...
Quanto ao resto foi simplesmente... o resto... Um simples telefonema de parabéns pelo aniversário foi recusado... Por quê?
Qual o problema? Telefonar para dar parabéns é tão comum, faz parte de uma boa educação.
Este mesmo preceito vale também para receber os cumprimentos. Basta apenas dizer: ”Obrigado!” Tão simples.
Há quase um ano conversando, falando de tudo, coisas sérias, complexas algumas vezes, outras tratando de coisas simples, banais... Ora chorando, ora rindo... Nada disso foi importante... E a coroação de tanto descaso foi patética!
Quando olho suas fotos, ou se ouço suas músicas, conhecendo suas sensibilidades como conheço, não acredito que tenha sido simplesmente descartada, sem mais nem menos, não encontro lógica nisso. “Piadista” é um termo que não posso aceitar, porque prá mim tudo foi terno, grandioso, tanto que durou mais de ano.
Como se tudo não tivesse nenhum valor, num estalar de dedos viro uma simples palhaça atuando no picadeiro da vida!
Sei que não mereço isso, assim vou respirar fundo, subir num pedestal, e levar a minha vida real que deve ser a de uma verdadeira rainha!

Regina Reis
06/08/2007-17h35 m









Regina Reis

 
Autor
reginamariareis
 
Texto
Data
Leituras
1752
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
PauloAlves
Publicado: 05/06/2008 00:39  Atualizado: 05/06/2008 00:39
Colaborador
Usuário desde: 18/04/2008
Localidade: Bern, Suiça
Mensagens: 1806
 Re: Meu doce e querido amor
Ora aqui está uma carta muito bem escrita, rica em sentimentos, em afetos e desafetos, onde me revejo por inteiro...Obrigada pela oportunidade de puder ler sua carta...

Bjs

Paulo Alves

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 05/06/2008 04:20  Atualizado: 05/06/2008 04:20
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14967
 Re: Meu doce e querido amor p/ reginamariareis
Querida poetisa

Fantástico depoimento de uma
relação virtual...
Uma carta bem delineada nas
palavras e não esqueça o que vale
é dar a volta ´por cima e virar
Rainha...Parabéns


Um beijo no coração

Enviado por Tópico
SMACC
Publicado: 05/06/2008 12:07  Atualizado: 05/06/2008 12:07
Super Participativo
Usuário desde: 23/04/2008
Localidade: Alhos Vedros
Mensagens: 133
 Re: Meu doce e querido amor
Nós as mulheres temos o dom de por muito que o coração esteja apertado e por muita que seja a dor da-mos a volta por cima mesmo que magoadas,a chorar por dentro essas lágrimas invisiveis n´s conseguimos sabe porque??
Porque somos mulheres.
Linda a sua carta