https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

O Corredor

 
Se soubesses que aqui estaria, virias na mesma?
Acredito que sim, mas ficavas no corredor,
Entre a sala e o quarto, onde
A espaços temporais, comsumíamos o nosso desejo.
Estou sentado naquela cadeira,
Num outro quarto qualquer da mesma casa.
A razão pela qual não te moves
Explica-se pela saudade que te assola.
Espero-te como da primeira vez.
Nada vale se não for vivido.
Porque não vivê-lo outra vez?
E outra. E mais outra.
Obviamente, podendo parecer ridículo,
Se ficares no corredor a espera será eterna.
Vem! Encontra-te em mim, novamente.
Outra vez. E outra. E mais outra.
Sei que sabes que estou aqui.
Sem medo, vem depressa.
Senta-te a meu lado, neste outro quarto, e vive!

1 de Março de 2009


© Gonçalo Lobo Pinheiro

 
Autor
glp
Autor
 
Texto
Data
Leituras
608
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
6
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/03/2009 12:11  Atualizado: 02/03/2009 12:12
 Re: O Corredor
é muito dificil ficarmos a espera de alguém e esse alguém nunca vem, nunca chega. talvez por pura indecisão. "o corredor" muito bem figurado. muito bom. bj

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 02/03/2009 13:40  Atualizado: 02/03/2009 13:40
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: O Corredor
Gonçalo,

Sim, sempre no corredor não...convém mudar.
Bonito, muito bonito.

Bjs

Enviado por Tópico
Amora
Publicado: 02/03/2009 17:23  Atualizado: 02/03/2009 17:23
Colaborador
Usuário desde: 08/02/2008
Localidade: Brasil
Mensagens: 4763
 Re: O Corredor
Adorável prosa!
Viva, e põe vivo quem lê!
Excelente!
Bjs
Amora

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/03/2009 18:26  Atualizado: 02/03/2009 18:26
 Re: O Corredor
"Se ficares no corredor a espera será eterna."

o poema faz os caminhos, cria as possibilidades, ilumina as chances, insiste; mas há um amor arredio, com medo da felicidade quando essa ainda é desconhecida do ser.

bela construção poética. parabéns poeta.

meu abraço fraterno Gonçalo.
Silveira

Enviado por Tópico
(re)velata
Publicado: 02/03/2009 20:49  Atualizado: 02/03/2009 20:50
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2009
Localidade: Lagos
Mensagens: 2181
 Re: O Corredor
Lindíssimo! Quantas vezes deixamos de viver paralisados no corredor dos nossos medos? Parabéns por este belo texto!

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 02/03/2009 23:55  Atualizado: 02/03/2009 23:55
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: O Corredor
Por vezes o medo é tanto que preferimos viver no "corredor", numa espera que se prolonga. E esquecemo-nos de realmente viver...
Gostei imenso do sentido figurativo desse corredor e das reflexões que provoca.

Beijinhos