https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

“Refém do sentir”

 
Tags:  desejo    sonho    olhar    magia    beijos    abraço    delirios  
 
“Refém do sentir”
 
Se ficar próximo assim, faz reboliço
Audacioso, acorda os meus desejos
De querer, dessa noite, todo o viço
Delicias que antevejo nos teus beijos

Amo a surpresa do abraço malicioso
Este sentir que atravessa meus quintais
Ver-me na retina do teu olhar mavioso
Invencível desejo colorindo meus varais

Evidentes delírios nos atam em simetria
Faz-me ausente de pudores me entregar
Serena meu sonho, me envolve em magia
E sem aviso a noite vem nos tragar

O sentir que me mantém assim, refém
Diz que quero só ser tua, nada alem...

Glória Salles

Open in new window


Glória Salles

No meu cantinho...
 
Autor
GlóriaSalles
 
Texto
Data
Leituras
2057
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
19 pontos
11
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 23/04/2009 23:02  Atualizado: 23/04/2009 23:02
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: “Refém do sentir”
Dando e recebendo o Amor - contributo que nunca é demais - aqui em soneto estilo inglês. Um abraçooo! @bílio


Enviado por Tópico
sisnando
Publicado: 24/04/2009 08:55  Atualizado: 24/04/2009 08:55
Colaborador
Usuário desde: 21/10/2008
Localidade: Fafe
Mensagens: 868
 Re: “Refém do sentir”
Andas em forma!
Mais um lindo poema de amor!
Afinal a tua rede ainda pesca e pelas palavras so um tipo de peixe!
Andas a trabalhar na monogamia;)
Beijo e parabéns mas vindo de ti nao se poderia esperar outra coisa!

Enviado por Tópico
SilviaReginaLima
Publicado: 27/04/2009 02:00  Atualizado: 27/04/2009 02:00
Colaborador
Usuário desde: 23/04/2009
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 816
 Re: “Refém do sentir”
como vai, poeta?

O sentimento no amoroso poema está bem parecido com a Síndrome de Estocolomo (tenho um poema com este título que trarei para cá, qualquer dia) e quando queremos ser reféns assim de alguém, a paixão está forte. . Um beijo lavanda

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 27/04/2009 19:02  Atualizado: 27/04/2009 19:02
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3706
 Re: “Refém do sentir”
Glória
Ser refém do sentir
não é defeito nem feitio
mas antes um estado permanente
daquilo a que se não pode fugir...
Será o destino?

Seja como for, foi o mote para mais um dos teus bonitos poemas.

Beijo

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 28/04/2009 01:06  Atualizado: 28/04/2009 01:06
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: “Refém do sentir”
Nesse soneto disse tudo que vai na pele
e na alma. Vou levar comigo...Beijo minha querida.

Enviado por Tópico
Lustato
Publicado: 02/05/2009 17:38  Atualizado: 02/05/2009 17:38
Da casa!
Usuário desde: 27/05/2008
Localidade: Teresina - Timon - Piauí - Maranhão
Mensagens: 324
 Re: “Refém do sentir”

Enviado por Tópico
Lustato
Publicado: 02/05/2009 17:41  Atualizado: 02/05/2009 17:41
Da casa!
Usuário desde: 27/05/2008
Localidade: Teresina - Timon - Piauí - Maranhão
Mensagens: 324
 Re: “Refém do sentir”
Ah! Há uma grande diferença entre dizer "quero só ser tua", de apenas dizer "quero ser só tua". A primeira é entrega total maximizada.

beijo.

Lustato

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 09/05/2009 18:10  Atualizado: 09/05/2009 18:10
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11068
 Re: “Refém do sentir”
Glorinha,

Um poema que fala de estar viva e inteira no amor.
Lindíssimo.
Beijinhos na alma
Nanda

Enviado por Tópico
mariamateus
Publicado: 25/05/2009 10:58  Atualizado: 25/05/2009 10:58
Da casa!
Usuário desde: 16/04/2009
Localidade: Vila Nova de Gaia..Porto
Mensagens: 452
 Re: “Refém do sentir”
Fantástico!!

parabéns!!

Bjo

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/05/2009 00:22  Atualizado: 27/05/2009 00:22
 Re: “Refém do sentir”
Mui belos teus poemas. Você me fez lembrar de alguém
que passou pela minha vida (amiga virtual), mas que ficou.
Voce fala parecido com ela.

Abraço com carinho poetisa.