https://www.poetris.com/
 
Acrósticos : 

Dom Sem Tom...

 
Este meu jeito
De dizer
De Ser
Em que abro o meu peito.

Tanta coisa que tenho feito
Neste sublime sofrer
Ébrio poder…
Que nem sei se é defeito.

Porque nunca minto?
Porque digo sempre o que sinto?
Sem malícia.

Vou tocar-te
Vou magoar-te
Com esta minha carícia.


26 de Junho de 2006


Escrevo…para libertar as personagens que não consigo Ser!
________________________________________
http://catalogoluademarfim.blogspot.pt/

http://catalogoluademarfim.blogspot.pt/



 
Autor
Paulo Afonso Ramos
 
Texto
Data
Leituras
569
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 24/06/2007 23:08  Atualizado: 24/06/2007 23:08
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: Dom Sem Tom...
A simplicidade do ser e do dizer.
Adorei!

Beijo