https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Amor medieval.

 
GRANDIOSA
É TUA BELEZA
SINTO TEU AROMA
JUNTO COM O DA NATUREZA,
SEI QUE ESTAMOS ENGANADOS
LEVANDO O SENTIMENTO A FRENTE
MAS É IMPOSSÍVEL TE VER
SEM SENTIR UM FOGO ARDENTE,
NOSSO AMOR É PROIBIDO
MAS NÃO LEMBRO DISSO
QUANDO ESTOU CONTIGO,
COM VOCÊ DO MEU LADO
GOSTO DO PERIGO,
É BOM SABER QUE TENHO ALGUÉM
EM QUEM POSSO CONFIAR
MESMO SEM NOS VERMOS
SEI QUE VAMOS NOS AMAR,
MUITOS QUEREM VER-ME
A SETE PALMOS DO CHÃO
MAS VOU ENFRENTAR A MORTE
TE AMAREI ATÉ DENTRO DE UM CAIXÃO,

Ó AMOR MEDIEVAL
UM AMOR
QUE NUNCA VI IGUAL

POSSO TER UM DIA RUIM
SOFRER BRUTALIDADE
VOU PRO MEU CASEBRE
SENTINDO MUITA SAUDADE,
BRIGO COM A VIDA
POR TER FEITO COMIGO ALGO TÃO MAU
POR TÊ-LA AMADA
HOJE EU ENFRENTO UM PERIGO REAL,
ATÉ O ULTIMO SUSPIRO
PENSAREI EM VOCÊ
QUE PENA NÃO TEREI A OPORTUNIDADE
DE DIZER "AMO VOCÊ",
TEMPO PARA MIM É ALGO VÃO
ALGO QUE SEM VOCÊ NÃO FAZ SENTIDO,
PARTO DESTA VIDA DIZENDO "AMO VOCÊ"
MESMO QUE QUANDO VOCÊ LEIA
EU JA TENHA PARTIDO.

Ó AMOR MEDIEVAL
UM AMOR
QUE NUNCA VI IGUAL.

Essa é a história de um plebeu que se apaixona por uma princesa e vice versa.Um amor proibido.
 
Autor
Giannine
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2156
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 27/02/2010 16:44  Atualizado: 27/02/2010 16:44
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Amor medieval.
Quanto romantismo!...

Vá-se lá saber por quê, lembrei-me de Romeu e Julieta.

Um abraçooo! Abilio