https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Voltas da vida

 
Surges a roubar do meu coração
O que de melhor tem, tão severo
A fragilidade da alma, altero
Nos meus fragmentos de gratidão,
Mas não quero alterar.

E na lucidez do meu peito
Trago saciada a virtude
A falsidade não me ilude
Ao que tu coração andas sujeito,
Mas não quero mudar.

Solto um grito, eco de nada
Vagueio no Mar tão sozinha
Como se fosse crueldade minha
Andar sempre assim alterada,
Mas já não quero parar.

 
Autor
mariagomes
 
Texto
Data
Leituras
600
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/05/2010 22:20  Atualizado: 09/05/2010 22:21
 Re: Voltas da vida
"ao que tu coração andas sujeito"
os corações dos poetas pelo povo amado
e já não querem parar
é assim MariaGomes
Beijo
Albertos

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 10/05/2010 00:05  Atualizado: 10/05/2010 00:05
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: Voltas da vida
É um gosto ler-te, aqui nos deixas também um excelente poema.

beijinho
rosa