https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

O Velho Casarão

 
Tags:  velho    casarão  
 

O velho casarão enxovalhado
inerte,
guarda as memórias em segredo
e o vento muda as folhas caídas
atira uma poeira centenária
numa afronta banal
de quem inveja a solidez
do espaço erguido e firme…

O velho casarão sábio
deixa-se iludir…

Abraça os troncos da madeira
sem definhar
sem fugir
mostrando-se feliz!

Vive isolado na montanha
da sapiência
erguido pela mão atroz
e chora de aflição
sem que o seu rosto seja notado.

O velho casarão enrugado
que protege o alecrim
e afasta o capim
não grita…
não graceja…
não gesticula…
não se queixa da sua morte lenta
que é o seu abandono.

O velho casarão,
deixa cair a lágrima
nos dias chuvosos
num ritual sôfrego
de quem nada espera…

Houve tempos,
em que os tempos eram alegria
eram infância
eram actos pujantes
que a mente esconde
e que ninguém quer indagar

Hoje o casarão é velho…


Escrevo…para libertar as personagens que não consigo Ser!
________________________________________
http://catalogoluademarfim.blogspot.pt/

http://catalogoluademarfim.blogspot.pt/



 
Autor
Paulo Afonso Ramos
 
Texto
Data
Leituras
5077
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
5
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Luis F
Publicado: 28/08/2007 21:16  Atualizado: 28/08/2007 21:16
Colaborador
Usuário desde: 15/08/2007
Localidade: Alcochete
Mensagens: 1184
 Re: O Velho Casarão
Parabens pelo poema, consigo ler e imaginar o velho casarão.

Um abraço


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/08/2007 23:52  Atualizado: 29/08/2007 23:52
 Re: O Velho Casarão
.......

Um belo momento de nostalgia

................................

Abraço