https://www.poetris.com/
 
Mensagens : 

Carta para ninguém

 
"Algures, aos tantos dias dum mês qualquer dum determinado ano

Até um dia...

Sei que é estranho começar uma carta com uma expressão típica de despedida pode parecer estranho, mas foi a única forma encontrada pela minha pessoa para demonstrar aquilo que tenho sentido senti.
Mas queres saber uma coisa ainda mais invulgar? Sempre Nunca soube aquilo que senti de forma verdadeira, no entanto, tive sempre a tendência de esconde-lo e nunca o divulgar. Talvez por essa razão tenha sido tão difícil fácil esquecer tudo o que se passou apesar das poucas vezes que Tudo aconteceu. Por isso, nada melhor começar esta carta com uma saudação despedida.
É difícil acreditar que Tudo acabou com Nada, mas ainda bem que assim foi e ainda bem que isto aconteceu pois, apesar de ter sido mais uma vez derrotado pela vitorioso sobre a vida, esta deu-me mais uma daquelas dolorosas sábias lições.
E, como não quero sofrer mais com algo que já esqueci, de ti não me despeço daquele modo tão cliché, mas com um pouco comum...
Olá!

Alguém Ninguém interessado em que leias este pedaço de texto

 
Autor
Chó
Autor
 
Texto
Data
Leituras
882
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Propoesia
Publicado: 06/04/2020 23:11  Atualizado: 06/04/2020 23:11
Luso de Ouro
Usuário desde: 14/11/2012
Localidade:
Mensagens: 349
 Re: Carta para ninguém
Interessante ;)
Gostei da criatividade, dos torcidos e retorcidos da "carta de ninguém para algures" (ou será ao contrário?...)

Nota: há sempre alguém interessado, por trás de quem escreve uma carta