https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

LEMBRANÇAS

 
Você cresceu meu filho

Eu achava que não

Foi tudo tão rápido

Não percebi

Quando olho para você

Te vejo tão homem

Não tenho mais meu baby

Que um dia veio de mim

E que cresceu tanto assim



A vida passa

Passa tão rápido

Vidas que vêm

Vidas que vão

Velhice que chega

Não bate na porta

Não pede licença

Chegando sem medo

Ela tem pressa

Atrás vem mais gente

Para ocupar o seu lugar

A fila tem que andar



Se não fosse o pecado

Problemas não teríamos

Sentávamos na terra

Para sempre estar

Não tínhamos problemas

Velhice nem pensar

Só tínhamos o infinito

Pra na terra morar.

 
Autor
selda100
Autor
 
Texto
Data
Leituras
391
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.