https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

[Cavalo selvagem]

 
[Cavalo selvagem]
 
[Cavalo selvagem]

Eu sou o cavalo selvagem que corre livremente
pelos campos e vales
Eu não pertenço a ninguém
E minhas passadas largas e rápidas
me conduzem para longe de todos os males.

Eu nasci para ser selvagem
E no seio da liberdade
Eu encontro minha paz e felicidade.

Seguindo sempre em frente,
Eu atravesso horizontes,
cruzo fronteiras, derrubo barreiras e desapareço
por entre os montes.

Faço da liberdade a minha segurança
E atrás dela eu corro em busca de esperança.

Meu objetivo é viver a simplicidade
E não ser arrastado para o cárcere
em que vive a humanidade.

Nos caminhos da liberdade eu encontro o meu espaço
E nele eu fujo das mãos, dos que tentam me lançar um laço.

Não tente descobrir o meu nome
Me chame apenas, de cavalo selvagem
Não tente se apoderar de mim, para tentar descobrir
quem eu sou.

Pois, tudo o que eu sou,
Se transparece, quando o dia amanhece
e eu corro velozmente, em direção a liberdade.

 
Autor
Keithrichards
 
Texto
Data
Leituras
7364
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
12
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
RayNascimento
Publicado: 08/04/2014 22:33  Atualizado: 08/04/2014 22:33
Membro de honra
Usuário desde: 13/03/2012
Localidade: Monte Roraima - Brasil
Mensagens: 6400
 Re: [Cavalo selvagem]
Sou cavalo selvagem
Sem prumo e sem rumo
Vagueio p'elos lavrados
Num Roraima longínquo
Sem eira, nem beira...

Sem dono de mim
Vivo assim...
Na liberdade infinda
Para na imensidão verde correr
E sem destino viver...

Na nomadez de meu destino
Estarei sempre a descobrir
Novos El'dourados
No campo ou lavrado sem fim...

Sou bicho do mato
Sem crina adornada
Sem curral,
Sem laço,
Sem cela e nem montaria...

Seja noite e/ou seja dia
A liberdade é a minha companhia
Na vastidão do mato verde
No vento que balança minha crina
Sigo a extensão do capim
Nas madrugadas cruviana...

Sou de Roraima
Sou chão,
Livre na imensidade
Meu universo
É a liberdade sem fim,

Sou cavalo negro
Da crina dourada...
Sou selvagem sem doma
Sou verso,
No reverso do Monte verde
(Monte Roraima)
Sem medo...
Selvagem é o meu nome.

PS: Cruviana (a brisa da madrugada)


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 08/04/2014 22:53  Atualizado: 08/04/2014 22:53
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9268
 Re: [Cavalo selvagem]
Boa noite poeta,liberdade é o sonho de consumo de todo ser vivo, infelizmente não existe liberdade total,o cavalo selvagem por exemplo tem uma nuvem de besouros pra lhe morder o tempo todo, parabéns pleo contagiante poema, MJ.


Enviado por Tópico
fernandamoreira
Publicado: 08/04/2014 23:43  Atualizado: 08/04/2014 23:43
Colaborador
Usuário desde: 13/01/2014
Localidade: Sao Paulo
Mensagens: 2450
 Re: [Cavalo selvagem]
Cavalgar e sentir o vento
a liberdade que vem de dentro

muito bom
gostei
abcs
nanda


Enviado por Tópico
martims
Publicado: 09/04/2014 00:28  Atualizado: 09/04/2014 00:28
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6796
 Re: [Cavalo selvagem]
Sonhos em liberdades que se ocupa dos horizontes que se esconde nos montes libertando-se do silêncio. Belíssimo poema


Enviado por Tópico
Odairjsilva
Publicado: 11/07/2014 20:26  Atualizado: 11/07/2014 20:26
Membro de honra
Usuário desde: 18/06/2010
Localidade: Cáceres, MT
Mensagens: 2766
 Re: [Cavalo selvagem]
Olá meu amigo, um texto esplêndido! Como é bom ser selvagem e poder percorrer as campinas solto ao vento. Gostei imensamente do poema!!!


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 11/07/2014 23:13  Atualizado: 11/07/2014 23:13
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16057
 Re: [Cavalo selvagem]
Parabéns Poeta
Perfeito! Levei!
Beijos!
Janna