https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Difusa

 



Open in new window



No pergaminho registrado o som de risos, a confiança em palavras...
Depois a cinza da realidade revela que nem tudo são cores.
Letras em preto e branco com o cinzento das desilusões.
Letras verdes da esperança colorem a palavra ressurreição
Nessa caminhada não são todos que conseguem morrer e renascer.
Inventar bolas de sonhos e com elas fazer malabarismos no semáforo da vida.
Estou entre os que conseguem se equilibrar e ainda receber aplausos na plateia da consciência.
Sem ser artista colorindo as telas da minha vida somente para dar vida a essa aquarela,
E finalizo com o pensamento de um autor desconhecido.
“Eu que tantas vezes morri e renasci pra viver. Às vezes penso que vivo porque já não sei mais morrer.”
[


Su Aquino

 
Autor
SuAquino
Autor
 
Texto
Data
Leituras
582
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
saraabreu
Publicado: 08/06/2014 21:03  Atualizado: 08/06/2014 21:03
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2014
Localidade:
Mensagens: 2423
 Re: Difusa
SuAquino, bela melodia registada nos mais diversos tons...assim é também a vida, ora cinza cor, ora verde cor e vice-versa...

Bem conseguida.
Abraço
Luzia

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 09/06/2014 02:38  Atualizado: 09/06/2014 02:38
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 15943
 Re: Difusa
Parabéns Poetisa
Simplesmente perfeito! Beijos!
Janna