Sonetos : 

Anos Depois

 
Anos depois teu beijo continua gravado na mente,
Como eterna tatuagem a me lembrar do que perdi.
Teu toque ainda sinto como ânsia sempre presente,
Em cada sonho que longe de ti agarrei e consumi.

Anos depois a saudade gerada é mais que recorrente,
É presença na Alma desalmada por me ver longe de ti,
É maldição, calabouço de sentidos presos em nó ardente
Pelo fogo de um amor que sempre senti e nunca vivi.

Anos depois, sou só eu e apenas eu,
A me lembrar de ti, de nós,
De um amor nosso que se perdeu.

Anos depois, sou só eu Ainda a sós
Esquecido em mim, a escrever sobre quem me esqueceu
Nas linhas de um poema sem razão força ou voz.

 
Autor
Pdark
Autor
 
Texto
Data
Leituras
490
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
2
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Quandoachuvacai
Publicado: 01/12/2016 15:45  Atualizado: 01/12/2016 15:45
Membro de honra
Usuário desde: 21/10/2014
Localidade: Lisboa
Mensagens: 1124
 Re: Anos Depois
Muito bonito!