https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Dedicatória : 

Judeu Marrano

 

Ao judeu marrano
Que viveu fugido,
Que viveu serrano,
Que viveu perseguido
Todo o ano.

Ao judeu marrano,,
Ao judeu da heresia
Que dissimulava converter-se
Mas nunca se convertia.

Ao judeu marrano,
Ao judeu da alheira,
Que a comia de dia,
E fazia na noite inteira.

Ao judeu marrano,
Que foi expulso de Portugal,
Pensavam que faziam bem
Mas só nos fizeram mal.

Ao judeu marrano,
Que de porco deram o nome,
Vale mais ser porco por engano
Que limpo e passar fome.

 
Autor
maduro
Autor
 
Texto
Data
Leituras
629
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 11/03/2008 22:47  Atualizado: 11/03/2008 22:47
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: Judeu Marrano
Bem...o tema é fulcral...está na massa do sangue...o poema não está á altura do tema...mas gabo a intenção.Adonai!