Poemas -> Dedicatória : 

BANHO DE LUA

 
Tags:  poema  
 
BANHO DE LUA
 
BANHO DE LUA
(Jairo Nunes Bezerra)

Sob a luz azulada emanada do luar fico inquieto,
A areia violentada pelas ondas vira a minha cama...
Molhado por água salgada fico deveras irrequieto,
É quando o meu corpo solitário pelo teu clama!

E tu linda e eterna destruidora de sentimentos,
Ignoras que por ti mantenho eterna paixão...
Para continuar vivo retenho os meus lamentos,
Contrariando o meu apressado coração!

Um dia, acredito, ter-te-ei na minha proximidade,
Esquecerei a tua leviandade,
E seguirei adorando-te por toda eternidade!

Apaixonados viveremos felizes distante da solidão,
Ombreado em nova distração,
No efêmero regozijo da felicidade!



 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
58
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Lucineide
Publicado: 21/04/2017 23:26  Atualizado: 21/04/2017 23:26
Colaborador
Usuário desde: 06/12/2015
Localidade:
Mensagens: 571
 Re: BANHO DE LUA
Um poema maravilhoso. Parabéns pelo trabalho. Um abraço poético.