https://www.poetris.com/
Poemas : 

Súplica ao Deus Abandonado

 
Tags:  paixão    alma    Deus    ternura    sofrimento    Jesus    salvação  
 
Instaure a beleza alma ávida de dor
Plante a ternura no coração que clama
Abrace do sofrimento o estigma e ama
Cada ramalhete dividido da sorte

Vencido seja o renegado vulto da morte
Por ti cingido sob o manto do horror
Na hora inigualável do florir de amor
No duro lenho abandonado à paixão

Derrame irreversível a salvação
Das almas que seus destinos abjuram
Porquanto luzes em teu rebanho fulguram
Da Vossa eterna glória colhida no calvário

Que redentor teu manto cubra este cenário
De compaixão e de justiça esvaziado.

 
Autor
Manito
Autor
 
Texto
Data
Leituras
177
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.