https://www.poetris.com/
Poemas -> Solidão : 

À APROXIMAÇÃO DA NOITE

 
Tags:  poema  
 
À APROXIMAÇÃO DA NOITE
 
À APROXIMAÇÃO DA NOITE
(Jairo Nunes Bezerra)

Fito o céu mais uma vez com estesia,
Coração disparado necessita de amor...
Brevemente (lentamente) vai-se o dia,
E figurará um luar com esplendor!

Sem a tua aproximação fico tristonho,
Não sei o que fazer de minha errante vida...
O meu dormitar persistente sonho,
Alimenta a tua imagem de eterna vadia!

Caminhas pelas escuras ruas ao anoitecer,
Meretriz necessitas de afagos para viver,
Enquanto eu pobre poeta sigo os teus passos!

Derramo lágrimas seguindo-te... Não nego,
O teu distanciamento renego,
Sempre lascivo desejoso de teus abraços!





 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
51
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.