https://www.poetris.com/
Sonetos : 

CACHOEIRAS

 
CACHOEIRAS

Alucinado, em ti derramo sonhos.
Da tua pele o gosto deixa ardendo
a minha boca de prazer tremendo.
Olhares falam de um querer, risonhos.

Sob o calor dessa paixão, sozinhos
alados, vamos pelos céus voando.
Lubricidade brada, é voz, comando
aos incansáveis, juvenis carinhos.

Ao te tocar, a sede não contenho.
Dessa torrente o coração inundo.
No leito doce um éden te desenho.

Maravilhoso, amada, nosso mundo
tem cachoeiras quentes... Quanto engenho!
Em fantasias mergulhamos fundo...


Jerson Brito

 
Autor
jersonbrito
 
Texto
Data
Leituras
160
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
3
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 09/10/2017 17:05  Atualizado: 09/10/2017 17:05
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15132
 Re: CACHOEIRAS
Eu viajo na perfeição deste belo Soneto. Bravo!

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 11/10/2017 01:12  Atualizado: 11/10/2017 01:12
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16055
 Re: CACHOEIRAS
Poeta
Belíssimo soneto! Adorei!
Beijos!
Janna

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 15/10/2017 11:22  Atualizado: 15/10/2017 11:22
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29219
 Re: CACHOEIRAS
Sonhos derramados em pleno amor