https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

ainda hoje penso, meu amor, na menstruação que as trutas tinham por cima da lua

 
.
Sempre
te trouxe os barcos para
o mar
Sempre.
Mas, hoje, a ordem do
sol
foi voares.
Foi
voares
nos cravos altos
que
hão de surgir
nos braços da noite. Nos
braços. E deste regato onde por coisa nenhuma
esquecemos o que serve para passarmos
o tempo, Meu
amor


Eugénio Trigo

 
Autor
TRIGO
Autor
 
Texto
Data
Leituras
320
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
3
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
TRIGO
Publicado: 12/08/2018 15:11  Atualizado: 12/08/2018 15:12
Colaborador
Usuário desde: 26/01/2009
Localidade: Cabeça-Boa - Torre de Moncorvo
Mensagens: 2301
 Re: ainda hoje penso, meu amor, na menstruação que as tru...
.
.

Troca-me hoje, meu amor, as velas

que gravando vão em lua

o pólen das sossegadas maias de vidro


https://www.wook.pt/autor/eugenio-trigo/2027841

Enviado por Tópico
Mcris
Publicado: 13/08/2018 00:32  Atualizado: 13/08/2018 00:32
Super Participativo
Usuário desde: 17/11/2017
Localidade:
Mensagens: 127
 Re: ainda hoje penso, meu amor, na menstruação que as tru...
nos braços da noite... o barco do tempo se esquece no mar dos sonhos...

Sempre tudo lindo

Sempre...

Bjs com carinho.