https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

(Com)penetrada

 


Maldito Don Juan, maldito.
Olhos ferozes que enredaram os dela.
Por quê?
Acorda, Pollyana, não sonha.
Sentir-te-á uma novilha abatida.
O sádico com discurso de príncipe encantado,
falava em prosa:
-Permita-se! Por favor, sem protocolos, meu amor, pois a vida é curta, não vou te fazer nenhum mal.
A inocente apaixonada sonhava com os olhos abertos e beijava com os olhos cerrados,
compenetrada no discurso do tagarela.
(Com)penetrada, as lágrimas desciam...


Janna



 
Autor
Jmattos
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1898
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
60 pontos
22
7
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 25/08/2018 22:26  Atualizado: 25/08/2018 22:26
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6594
 Re: (Com)penetrada
Boa noite, Janna,

Belíssima construção poética. Parabéns!

Beijos 😍
Mary Jun


Enviado por Tópico
boxer
Publicado: 26/08/2018 09:06  Atualizado: 26/08/2018 18:18
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2009
Localidade:
Mensagens: 745
 Re: (Com)penetrada
.
À procura do significado da Pollyana do seu poema, encontrei um síndrome com o mesmo nome.
Deixo aqui a nota para quem, como eu, nada saiba sobre o assunto:
Eleanor Porter, romancista norte-americana, escreveu um livro (ao que parece, muito célebre entre as adolescentes) em que a protagonista, Pollyana, perante os desaires da vida, opta sempre por ver o lado positivo, com uma mistura de (sábia) ingenuidade e esperança.
Estas mesmas características -- que configuram o síndrome de Pollyana -- parecem ser as da donzela do poema da Janna que, ao mesmo tempo, teme e deseja ardentemente abandonar-se aos impulsos do seu corpo e aos do "maldito encantado".
Há uma mistura agridoce e uma estranha perversidade neste seu texto que me atrai e repele.
Por isso gostei tanto dele -- detesto textos "certinhos".
Um abraço e continue nesta linha


Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 26/08/2018 17:22  Atualizado: 26/08/2018 17:22
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6741
 Re: (Com)penetrada
Janna querida,
Estava de passagem. Apenas em leituras. Dei com esse poema arrebatador. Vim aplaudir-lhe. Amo poemas rasgados! Desses que a gente parece sentir o vento machucar o rosto! Parabéns!
Bjs


Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 26/08/2018 19:57  Atualizado: 26/08/2018 19:57
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 1596
 Re: (Com)penetrada
Tem qualquer coisa de audaz e safado este poema, que é salvo (ou assim colocado) com um parenteses "... (com)...".
O atrevimento resulta.

É ainda marcado, a meu ver, por dois versos em forma de antítese que têm algo da inocência do sujeito poético e de natural. Não sendo duma originalidade estonteante, dá ao poema um sal que, pelo menos eu, senti.

..."A inocente apaixonada sonhava com os olhos abertos e beijava com os olhos / fechados..."

A mancha gráfica algo caótica acentua a ideia do estado desordenado das paixões.
Nisso também está o poema bem conseguido.

Obrigado.

Bj


Enviado por Tópico
Pari-passu
Publicado: 26/08/2018 22:25  Atualizado: 26/08/2018 22:25
Muito Participativo
Usuário desde: 05/08/2018
Localidade:
Mensagens: 50
 Re: (Com)penetrada


Um abraço e obrigado pelo belíssimo poema !


Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 27/08/2018 18:29  Atualizado: 27/08/2018 18:29
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade: Algures em Portugal
Mensagens: 2734
 Re: (Com)penetrada

Palavras para que poetisa
beijos Jmattos


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 28/08/2018 15:21  Atualizado: 28/08/2018 15:21
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11186
 Re: (Com)penetrada
Janna,

Poema forte, pleno de significado.
Belo!
Beijinho
Nanda


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 30/08/2018 16:07  Atualizado: 30/08/2018 16:07
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9304
 Re: (Com)penetrada
Boa tarde Janna, teus versos referendam aos desencontros de almas afins que tantos nos machucam vida afora, parabéns pelo vosso incisivo poema, e primorosa ilustração. e parabéns pelo teu aniversário, eu te desejo muitas felicidades vida afora, MJ.


Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 01/09/2018 03:11  Atualizado: 01/09/2018 03:11
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6594
 Re: (Com)penetrada
Oi, Janna,

Vim deixar o meu carinho mesmo que atrasado. Feliz aniversário, que Deus te abençoe ricamente com muita saúde, paz, amor e sucesso.

Sinta-se abraçada.

Beijos 😍😘👏👏👐
Mary JunOpen in new window


Enviado por Tópico
jluis
Publicado: 01/09/2018 15:06  Atualizado: 01/09/2018 15:06
Colaborador
Usuário desde: 18/12/2009
Localidade:
Mensagens: 1532
 Re: (Com)penetrada
Está muito bom, poetisa. Parabéns!
Abraço


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/09/2018 20:39  Atualizado: 24/09/2018 20:39
 Re: (Com)penetrada
Janna, que beleza! Te ler é uma dádiva a alma, quanta beleza coloca em tuas palavras, perfeitos, sensíveis, grata poetisa, bjs.😘.