https://www.poetris.com/
Poemas -> Sombrios : 

Esperança de papel a voar como pássaro

 
Tags:  poesia    surreal    sombrios  
 
para quê as escaras?,
as peles resolvidas de
choro,
cravadas de sangue invisível,
com as noites mal dormidas,
as vivências inutilmente escritas
a transparente,
para que acabem no centro
de todas as praças do mundo,
sublinhadas com gritos,...


no final do riso,
disse-te que viria um
fim travestido de inocência,
e que não haveria estigmas
suficientes para que,
no meio dos lamentos,
sobrasse qualquer ponte para
uma esperança com forma de pássaro,...


a voar em todas as palmas
das mãos dos esvaziados
de crer,
que sobrassem,
ao cimo desta montanha
onde sei que terei
de esperar pelo fim

 
Autor
theartist_lc
 
Texto
Data
Leituras
174
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.