https://www.poetris.com/
Sonetos : 

OJERIZA

 
Tags:  SONETOS 2019  
 
OJERIZA

O que tenho de ti é quase ranço;
Ou mesmo má vontade que me toma,
Quando a desilusão ao horror se soma
Diante d'esse teu ar de louco manso.

Apenas de te ver eu já me canso...
-- Porque tanta vaidade não se doma? --
Às vezes preferia estar em coma,
Que te escutar grasnar que nem um ganso.

Se a nobreza me obriga a polidez,
Não devo já passar por descortês
Dizendo-te o que sinto pela cara.

Sem embargo, bem cuido que tu sabes
E finges que no meu desgosto cabes
Tão-só por me fazeres a hora amara!

Betim - 06 01 2019


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
100
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
3
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Leohuntr
Publicado: 08/01/2019 04:47  Atualizado: 08/01/2019 04:47
Super Participativo
Usuário desde: 21/11/2018
Localidade:
Mensagens: 101
 Re: OJERIZA
Descrito com perfeição!