https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Vive-se de sobras na sombra

 
Open in new window

Uma pétala, um cravo solto,
Uma rosa murcha,
Uma estrada sem faixa,
Um poema torto

Tristeza macabra,
Lástimas e lágrimas
Olhos turvos, dramas
Dor em mãos de sombra

No espírito nada sobra,
Vidas perdidas
Almas feridas,
Vive-se de sobras na sombra

Mágoa, dor e lágrimas,
Corações partidos,
Amores e paixões sofridos,
Tá-se tudo a ver fantasmas

Uma pétala, um cravo solto,
Um corpo que cai,
Uma alma que esvai,
Uma vida, um confronto

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
363
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
2
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 21/03/2019 18:06  Atualizado: 28/03/2019 11:59
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2108
 .
Open in new window