https://www.poetris.com/
Poemas -> Tristeza : 

VÍTIMA DA EMBRIAGUEZ

 
Tags:  poema  
 

VÍTIMA DA EMBRIAGUEZ
(Jairo Nunes Bezerra)

Deslumbrado fiquei ao te ver...
E mais ainda com o sorriso que liberavas...
E penalizado fiquei por tentar te esquecer,
Naquela triste madrugada prolongada!

É que estava sobre o efeito do vinho,
E sonâmbulo nada via à minha frente...
Foi quando ébrio voltei a ser o menininho,
Chato, buliçoso e às vezes, até indolente!

Agora consciente e com saudade de ti,
Desejo-te mais perto, seminua, aqui,
Para satisfazer os meus desejos!

E com avidez à tua espera estou agora...
Vês se não demoras,
Vamos aproveitar da ocasião o ensejo!



 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
41
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.