https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

MUDANÇA ROTINEIRA

 
Tags:  poema  
 
MUDANÇA ROTINEIRA
(Jairo Nunes Bezerra)

A noite compartilha com a minha solidão,
Tornou-se mais vivaz após a partida do dia...
Destaca-se até na amplidão,
Enquanto a minha tristeza se amplia!

Procuro abrigo o habitual na minha cama,
O sono não se aproxima...
A minha crescente ansiedade por ti clama,
E tristonho dos meus versos esqueço as rimas!

Melhor seria o amplio do eterno entardecer,
Objetivando o meu querer,
Olvidando o espaço temporal!

E ante o tempo fico totalmente esquecido,
Com o corpo frio parado ,rígido,
Desprezando a chuva que continua torrencial!



 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
254
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.