https://www.poetris.com/
Sonetos : 

Olhar de soslaio

 
Tags:  violência    opinião    serpente    favor    decência.  
 
Olhar de soslaio

Às vezes alguém me olha de soslaio
Como se eu devesse algum favor
Com muita ignorância quer me opor
Mas nessa cilada dificilmente caio

Não concordo com toda a violência
Que se emprega como segurança
Eu ainda tenho alguma esperança
Que o ser humano tenha clemência

Olho por olho ou dente por dente
São piores que veneno de serpente
E para mim uma e a outra tanto faz

Violência só vai gerar mais violência
Não somos animais e com decência
Temos que nos sacrificar pela paz.

Jmd/Maringá, 09.12.19





verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
139
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.