https://www.poetris.com/
Poemas : 

Um vestido bonito à partida e à chegada

 
Um vestido bonito à partida e à chegada

São tantos os dias, em que me recordo
do tempo em que os campos
de searas maduras me tocavam
a ponta dos dedos
e me faziam sentir o preço da liberdade,
assim como as papoilas a dançarem
ao ritmo do som frenético
do sopro do vento.

São tantos os sons e atropelos da vida,
que paro para me deter nos sorrisos
e inspiro o toque suave da ternura
para mergulhar bem fundo,
e me erguer neste desabotoar
da minha alma.

São tantos os sorrisos
que já não cabem na minha boca,
tantas lembranças, são como a despedida
de uma estação e fico aqui a acenar
como se no meu lenço branco
tantas vezes erguido
estivessem bordadas
as insígnias da paz a ponto Luz.

Ah! São tantas as saudades
dos tempos já idos, tantas as vezes
que vivi tempos fora do tempo,
caí e levantei e sempre comigo
me reconciliei.

Quantas vezes as cordas
da minha sensibilidade
foram arrancadas perante a cegueira,
quantas vezes a indiferença
passou ao lado,
sem que eu lhe permitisse
beliscar a minha paz.

E se um dia perguntarem o que foi feito
de mim, nos dias em que nada mais
souberem, leiam as cartas
que escrevi à vida
e depois deixem-se levar
pelas minhas mãos
e deixem que os meus olhos
vos mostre os caminhos
por onde andei e sintam a vida
vestir-vos um vestido bonito,
à partida e à chegada.

Alice Vaz de Barros


Alice Vaz De Barros

 
Autor
AliceVazDeBarros
 
Texto
Data
Leituras
100
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Alpha
Publicado: 05/12/2023 12:45  Atualizado: 05/12/2023 12:45
Membro de honra
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 1860
 Re: Um vestido bonito à partida e à chegada
Quem cai e novamente se levanta
Sem nunca abandonar sua estrada
A poesia que em seu corpo canta
Fará apogeu na partida e chegada!

Seja nas partidas ou chegadas, que a poesia fique sempre, entranhada