https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

velha amiga

 




Eu sou uma velha oliveira erguida

Mãe de tantos filhos sem parto

Se quiseres posso simbolizar a vida

Que espreita pela janela do teu quarto.



Meus ramos são teus sonhos que se erguem

Aos céus de onde vem cada resposta

Às muitas perguntas que te perseguem

Enigmáticas na realidade que te é imposta.



Minhas folhas são a esperança que floresce

Em ti e por cada ano que consomes

E guardam cada sonho que te remexe

No teu leito aconchegante enquanto dormes.



O meu tronco grava os teus momentos felizes

E preserva-os bem entranhados na terra

Onde absorvem felicidade as tuas raízes

E as separam do joio de quando se erra.



Minha sombra são os teus infundados medos

Que isolando só te escurecem na silhueta

Desta amiga que transforma os teus segredos

Em folhas brancas ansiosas por um poeta.



tavico


Nascer para ser feliz

 
Autor
bloackt
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1000
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Eduardo.Soares
Publicado: 16/07/2009 22:05  Atualizado: 16/07/2009 22:05
Participativo
Usuário desde: 15/07/2009
Localidade:
Mensagens: 48
 Re: velha amiga
muito bom, parabens por belas e expressões maravilhosas!