https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sociais : 

Bigodeadas

 
Nos versos que ora improviso
Dou de cara com grande risco
Mas, não importa me arrisco.
Na casa do congresso olho vivo
Por todo lado há perigo
Palavras ferem tal qual navalha
Canetada muda destinos
Em surdina elegem apadrinhados
Atos ferem, democracia sem cura.
Na contramão da razão palavrões
Todos na mesma panela
Enganam a nação.
A quem diga isso vai mudar
Outros cospem de indignação
A maioria de mãos atadas resguarda
Sabem serem enganados.
O sorriso cínico nos bigodes engravatados
Faz o humorismo deleitar-se
Tirar de foco tal gravidade.
Por traz de tanto desvarios
O poder sem passaporte
Estalam-se do sul ao norte.
Os barões bradam em bom som
Que se dane o povo
Mente curta logo esquecem
Uma casinha ali, uma feirinha aqui...
Pacote social eis à salvação.
Próximas eleições
Nas urnas devoção, tantas emoções.
Nesta terra de escravidão
Nunca foi diferente
Burguesia escarra hegemonia
A plebe em massa aplaude desgovernada.

Jamaveira


Jamaveira - O medo escraviza a Alma

 
Autor
jamaveira
Autor
 
Texto
Data
Leituras
785
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Garrido
Publicado: 02/09/2009 21:34  Atualizado: 02/09/2009 21:34
Muito Participativo
Usuário desde: 26/04/2008
Localidade: PORTO / AVEIRO
Mensagens: 94
 Re: Bigodeadas
Boas e tristes verdades, não só no Brasil. Até me pergunto: será melhor o agnosticismo político? Acreditar, ninguém acredita neles. Também não os enxotam que isso normalmente acaba em sangue e em novas vagas do mesmo... Também não falta quem se queira colar a eles... É caso bicudo!

Continuação de boas poesias...

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 03/09/2009 02:38  Atualizado: 03/09/2009 02:38
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14956
 Re: Bigodeadas p/ jamaveira
Caro amigo poeta

Que raiva tenho deste nosso senado
e na verdade de todo o governo, muita
gente rouba e fica impune e o povo que
tem memória curta quando chaga as eleições
esquecem das pizzas que virou esta nação
Muito tempo já não voto não quero compactuar
com estes seres desprezíveis que infelizmente
nos representam...

Excelente poema...Parabéns!
Vou levar

Beijinhos no coração