https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

Passou o tempo

 
Tags:  saudade    ilusão    mente    sono  
 
Passou o tempo

Passou o tempo é já Outono
Extingue-se a vontade da mente
Escura é a noite já espreita o sono
E já o sol se inclina para poente.
Não há saudade que não atormente.

Rasga-se o tecido da ilusão
Como se velho trapo fosse
E algures no coração
O que era luz apagou-se!
Dentro do Sol um dia me sinto
Outro vazia desolada
Tudo é fugaz e para mim minto
Deixa?!Que o tempo não vale nada!

rosafogo


Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
606
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/09/2009 12:15  Atualizado: 08/09/2009 12:15
 Re: Passou o tempo
"Que importa se é Outono, o mês o dia, a hora se a primavera chega sempre á Primavera do meu Corpo?"

Muito bom Rosa!

É sempre um prazer ler-te

Beijo azul