https://www.poetris.com/

 
« 1 2 3 (4) 5 6 7 »
Offline
murilocs
Pois Tudo é Você
Pois Tudo é Você Quem é que não carrega no coração a saudade De uma eterna paixão, por força da...
Enviado por murilocs
em 20/03/2014 12:54:40
Offline
murilocs
Refém da Forma
Teimosia de um sonho na arte da imaginação Exposição do desejo a um mundo poético Personagem da i...
Enviado por murilocs
em 19/03/2014 12:38:07
Offline
murilocs
Faces de Mel
Além do olhar visível, uma lua se transforma em mel Sorrisos largos, prazeres da arte se libertam...
Enviado por murilocs
em 13/03/2014 17:20:33
Offline
murilocs
Teoria do Cursor
Sonho noturno em que a forma atraente No cotidiano aleatório se prende a dor Pela ilusão pensante...
Enviado por murilocs
em 26/02/2014 13:51:23
Offline
murilocs
Substantivo da Forma
Pegadas por terras procuram o real sentido Com atenção explícita a uma nova direção Em fuga do ma...
Enviado por murilocs
em 25/02/2014 11:46:22
Offline
murilocs
Quando Tudo Nunca foi Tanto
Na contemplação de um mar azul extenso Uma lembrança distante, remexe a memória Invadindo o coti...
Enviado por murilocs
em 31/01/2014 11:43:48
Offline
murilocs
Sonho Mutante
NNa esperança de se vestir com o real Um sonho se sustenta no interior da ilusão Refúgio do pensa...
Enviado por murilocs
em 28/01/2014 12:23:26
Offline
murilocs
Censurado
Censura de um coração distante do perdão Revela-se há quem um dia foi seu mundo Perpetua em segre...
Enviado por murilocs
em 23/01/2014 20:25:56
Offline
murilocs
Fragmentos
Poesia nua em arte de obcecado grito Entoa nas entrelinhas a cor de sua rima Construindo a histór...
Enviado por murilocs
em 23/01/2014 12:35:06
Offline
murilocs
Ainda Há Tempo
Trancada em si mesma e refugiada do real Solidão do eu, sombra de um brilho de luz Isolamento côn...
Enviado por murilocs
em 22/01/2014 13:34:44
Offline
murilocs
Censura do Tempo
Final de tarde e o céu triste chora Ouço a distância pulsar teu coração Pelo vento que vagueia mu...
Enviado por murilocs
em 21/01/2014 13:34:47
Offline
murilocs
Enfada Paixão
Sintetizo o pensar por versos em insana poesia Poetizo o passado do tempo, arauto da saudade. Enf...
Enviado por murilocs
em 17/01/2014 16:41:38
Offline
murilocs
Caverna dos Homens
Sombras se projetam por raios e trovões Reféns acorrentados, à utopia da crença Prisioneiros da i...
Enviado por murilocs
em 16/01/2014 17:21:31
Offline
murilocs
Pegadas da Ilusão
Sonhava e apostava tudo em um devaneio Trazia para o cotidiano, uma idéia imutável Uma nova trilh...
Enviado por murilocs
em 09/01/2014 14:15:59
Offline
murilocs
Sonhos Perpétuos
Minha fronte nua a beira de um espanto Espetáculo infantil de um olhar ausente Preso no silêncio ...
Enviado por murilocs
em 07/01/2014 16:29:51
Offline
murilocs
Indelével
Dos sonhos meus se faz ausente o improvável Pelo o sereno em declínio na madrugada fria Orvalhand...
Enviado por murilocs
em 20/10/2013 16:39:18
Offline
murilocs
O Real do Teu Olhar
Com a lucidez refletida no espelho Revela-se o contrário da imagem do ser Ativando o real pela im...
Enviado por murilocs
em 25/09/2013 13:55:30
Offline
murilocs
Sonhos Secos
Com a ternura de uma criança, um coração Cotidiano teimoso, pulsando em tempestade Andarilho dos ...
Enviado por murilocs
em 01/06/2013 14:21:29
Offline
murilocs
A Paixão Que Me Torna Poeta
Sempre no entardecer, incorpora-me um poeta Despertado pela tua saudade, escreve a solidão Em ver...
Enviado por murilocs
em 29/05/2013 00:39:18
Offline
murilocs
A Face da Arte
Uma arte sem fim, um relicário de belas cores Superando todas as vozes do grito que é dor Se faz ...
Enviado por murilocs
em 27/05/2013 16:26:00
« 1 2 3 (4) 5 6 7 »