Sonetos : 

Manda-me recado

 
Tags:  saudade    dor    ausência    desespero    Libertação    castigo  
 
MANDA-ME RECADO


Manda-me do teu coração um recado
Sinto hoje em mim esta dor danada!?
Diz-me que por ti já terias voltado
Mata a saudade em que vivo sepultada.

Basta de ausência que parece castigo
Manda recado, meu coração desespera
Um sorriso, um abraço, conto contigo.
Tarde a tarde, me afundo nesta espera.


Sinto-te nos meados das manhãs de Maio
Sinto-te nas flores, no Sol que fulgura
Sinto-te no coração, e do teu não saio!

Envia ramos de flores quebra a solidão
Eu, esquecerei a dor, que em mim dura!
E assim soltarei meu grito de libertação.


Open in new window



rosafogo


Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2244
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
16
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
DulceGomes
Publicado: 11/04/2010 18:12  Atualizado: 11/04/2010 18:12
Muito Participativo
Usuário desde: 04/04/2010
Localidade: Sines
Mensagens: 56
 Re: Manda-me recado
Olá Rosa. Lindo este soneto onde fala de saudade e solidão.Gosto do embalo do seu rimar.
Um beijo


Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 11/04/2010 20:04  Atualizado: 11/04/2010 20:04
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4529
 Re: Manda-me recado
Manda-me recado
sempre, sem esqueceres
Já sabes que quero ler
tudo o que escreveres.

Lindo o teu soneto.
Beijinhos
Antonieta


Enviado por Tópico
eduardas
Publicado: 11/04/2010 20:04  Atualizado: 11/04/2010 20:04
Colaborador
Usuário desde: 19/10/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3731
 Re: Manda-me recado +/Rosa
Sempre a solidão numa ausência que dói.

como sempre é um prazer ler-te.

bj
Eduarda


Enviado por Tópico
arfemo
Publicado: 11/04/2010 20:05  Atualizado: 11/04/2010 20:05
Colaborador
Usuário desde: 19/04/2009
Localidade:
Mensagens: 4812
 Re: Manda-me recado
...de melancolia se alimenta esta poesia: "sinto-te no coração e do teu não saio"...este verso poderá ser a chave que a alimenta! a par da cadência, que brota naturalmente...

beijo Rosa
arfemo


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 11/04/2010 21:16  Atualizado: 11/04/2010 21:16
Membro de honra
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 18297
 Re: Manda-me recado
Seu poema me lembrou uma canção muito bonita, cantada por António Marcos: "Como vai voce?".
Se a tristeza não fosse bela, já havia despido do meu corpo. Beijo enorme pra ti querida


Enviado por Tópico
CLEIDEYAMAMOTO
Publicado: 11/04/2010 21:23  Atualizado: 11/04/2010 21:23
Da casa!
Usuário desde: 27/03/2010
Localidade: Pindamonhangaba-SP-Brasil
Mensagens: 226
 Re: Manda-me recado
A saudade alimenta seus versos com ramos de flores perfumadas, Rosa. Muito lindo! abraço


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 11/04/2010 22:27  Atualizado: 11/04/2010 22:27
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 10301
 Re: Manda-me recado
Sinto-te nos meados das manhãs de Maio
Sinto-te nas flores, no Sol que fulgura
Sinto-te no coração, e do teu não saio!

Envia ramos de flores quebra a solidão
Eu, esquecerei a dor, que em mim dura!
E assim soltarei meu grito de libertação.



Comento-te com as tuas próprias palavras para não ser repetitiva.
Basta acrescentar que não dispenso ler-te?
Beijo, amiga
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 12/04/2010 20:29  Atualizado: 12/04/2010 20:29
Colaborador
Usuário desde: 30/06/2009
Localidade:
Mensagens: 6699
 Re: Manda-me recado
Soneto com a beleza nostálgica que acompanha muitos dos teus poemas, Rosa.Gosto muito de ler-te!
Bjins, Betha.