https://www.poetris.com/
 
 
Lua feiticeira,
Que brilhas no céu infinito,
Não ouses tu esconder-te.
Ouve o meu grito.

Brilha em lua cheia
Como só tu sabes fazer.
Não me abandones tu agora,
Quando eu estou a sofrer.

Puxa-me com uma corda,
Leva-me para perto de ti,
Só tu ouves minhas preces
E és testemunha do que vivi.

Quando eu estiver contigo
Apaga toda a tua luz,
Para que ninguém me encontre,
Já nada no mundo me seduz.
 
Autor
Vera Sousa
 
Texto
Data
Leituras
1069
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Tália
Publicado: 12/10/2006 09:28  Atualizado: 12/10/2006 09:28
Colaborador
Usuário desde: 18/09/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2503
 Re: Lua
Forte esse teu sentimento...mas por favor não apagues a Lua...nós poetas precisamos muito dela
Beijinhos

Enviado por Tópico
TrabisDeMentia
Publicado: 12/10/2006 14:01  Atualizado: 12/10/2006 14:01
Webmaster
Usuário desde: 25/01/2006
Localidade: Bombarral
Mensagens: 2265
 Re: Lua
A "lua", assim como a "folha de papel", tem algo em comum. A folha arde e a lua se apaga. Ambas levam com elas os seus segredos.

Enviado por Tópico
Angela
Publicado: 12/10/2006 23:04  Atualizado: 12/10/2006 23:04
Colaborador
Usuário desde: 28/09/2006
Localidade: Caldas da Rainha
Mensagens: 567
 Re: Lua
Só uma alma poeta poderia querer refugiar-se na lua!

É tão bonito este teu poema!
Acho que, tal como a lua, ele nos enfeitiça!

Beijo enorme.