https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Quebrada

 
Tags:  partida    quebrada    estilhaçada  
 
Estou cansada das palavras que não saem,
Que ficam presas,
Em todo o meu Ser…


Open in new window


Com os olhos vidrados perante mim,
Sinto a brisa levar o pouco que restou,
O pouco que de alma sobrou,
Depois de estilhaçar no reflexo a imagem,
Das lembranças que sonhei!


Não sendo mais da realidade,
Ignorando a violência das palavras,
Solto num sopro o que senti, o que fui de verdade,
Não sobrando mais de sentimento,
Avistando o pó no vento…


Com os olhos vidrados perante mim,
Não recordo mais quem Sou,
Nesta dança que balanço,
Onde escorre o sangue,
Gota a gota liberta o meu maior receio…


E não sendo mais da realidade,
Avisto nas sombras a alma que escolhi,
A alma que me habitou em dias de chuva,
No corpo que emprestei,
Para agora cair para lá de mim!

Marlene


Read more: http://ghostofpoetry.blogspot.com


Open in new window


 
Autor
Ghost
Autor
 
Texto
Data
Leituras
941
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
25 pontos
25
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
belarose
Publicado: 11/07/2011 22:32  Atualizado: 11/07/2011 22:32
Colaborador
Usuário desde: 28/10/2010
Localidade:
Mensagens: 9026
 Re: Quebrada
Boa noite!Querida amiga Marlene

Esta muito linda e sentida sua poesia...destaco:

Com os olhos vidrados perante mim,
Sinto a brisa levar o pouco que restou,
O pouco que de alma sobrou,
Depois de estilhaçar no reflexo a imagem,
Das lembranças que sonhei!

Beijos

Open in new window


Enviado por Tópico
Carlos_Val
Publicado: 12/07/2011 01:04  Atualizado: 12/07/2011 01:04
Da casa!
Usuário desde: 11/03/2011
Localidade: Braga a residir em Gaia
Mensagens: 421
 Re: Quebrada
gostei de ler o seu poema, solidão?

abraço poético

Val


Enviado por Tópico
Auroraemmim
Publicado: 12/07/2011 01:12  Atualizado: 12/07/2011 01:12
Da casa!
Usuário desde: 28/01/2011
Localidade:
Mensagens: 241
 Re: Quebrada
Quebrada

Talvez pelas palavras que não saem e ficam presas.
Desgastam!
Que tal libertalas sob a forma de uma poesia, com o seu talento certamente sairá lindissima.
Abraço

Auroraemmim


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 12/07/2011 01:35  Atualizado: 12/07/2011 01:35
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Quebrada
Menina, esse poema fala comigo: acabei de pensar nessas palavras engasgadas que não saem... bjs e obrigada pela belezura


Enviado por Tópico
Transversal
Publicado: 12/07/2011 04:46  Atualizado: 12/07/2011 04:46
Colaborador
Usuário desde: 02/01/2011
Localidade: Fortaleza - Lisboa
Mensagens: 3687
 Re: Quebrada
"estou cansada"...da "alma que escolhi"..."quem sou(?)"..."mais da realidade(?)"..."mais de sentimento(?)"..."não"..."sinto a brisa levar...o que restou"..."gota a gota"..."todo o meu ser"..."lembranças"

Gostei bastante

Abraço te


Enviado por Tópico
agniceu
Publicado: 12/07/2011 05:05  Atualizado: 12/07/2011 05:05
Da casa!
Usuário desde: 08/07/2010
Localidade:
Mensagens: 272
 Re: Quebrada
Uma introspecção deliciosa sobre a alma recolhida no vazio …

…” Palavras que não saem,
Que ficam presas,
Em todo o meu Ser…”

Se prende na raiz do seu talento, para duplicarem seu brilho e soarem como ecos do céu no nosso íntimo….

Muita luz no seu coração .


Enviado por Tópico
AdTe
Publicado: 12/07/2011 09:35  Atualizado: 12/07/2011 09:35
Da casa!
Usuário desde: 28/03/2011
Localidade:
Mensagens: 340
 Re: Quebrada
eu gosto mesmo da tua escrita,
é que... gosto mesmo!!!

Simplesmente espectacular!

beijo grande *


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/07/2011 13:27  Atualizado: 12/07/2011 13:27
 Re: Quebrada
Olá querida amiga Marlene!
Desculpe a demora e ausência,até parece que passou por mim um furacão,que fez um limpa em meu coração,despedaçando a minha alma...Porém ainda estou respirando e com certeza vou me renovar com a chegada da primavera que perfumará o meu coração!

Teu poema está belíssimo e gostoso de se ler e sentir,embora nostálgico!
Parabéns e abraços carinhosos!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/07/2011 14:18  Atualizado: 12/07/2011 14:18
 Re: Quebrada - Para Marlene
"Com os olhos vidrados perante mim,
Não recordo mais quem Sou,
Nesta dança que balanço,
Onde escorre o sangue,
Gota a gota liberta o meu maior receio…"

Senti este poema em cada gota de sangue escorrida, numa dança.
Gostei bastante, Marlene, formou-se uma idéia triste/bela em minha mente...

Parabéns!

Um beijo e uma alegria em você, amiga querida.


Enviado por Tópico
lipe
Publicado: 12/07/2011 17:14  Atualizado: 12/07/2011 17:14
Novo Membro
Usuário desde: 11/07/2011
Localidade: Paris - Terra Quente
Mensagens: 7
 Re: Quebrada
é mesmo poema dum fantasma...

o corpo pode muito bem ser emprestado mas foi emprestado de graça... por isso tem muito valor.

gostei das imagens.



Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 12/07/2011 18:08  Atualizado: 12/07/2011 18:08
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9306
 Re: Quebrada
Boa tarde Marlene, sua personagem vive um momento de intensa turbulência interna, ela tem dificuldades em definir a sua real identidade, então vai tocando a vida nesta dualidade que hora se apresenta em seu conturbado existir, meus parabens pelo seu instigante poema, MJ.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/07/2011 00:18  Atualizado: 14/07/2011 00:54
 Re: Quebrada
*Um turbilhão de sensações íntimas, da alma dorida, da angústia que ata, da lágrima partida...
Tantas e tristes imagens poéticas, contudo belas em suas essências líricas.
Admiro a força da tua palavra.
Beijo-te
Karinna*