https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Delírios

 


Delírios

Quero sorver pedaços do teu pensamento
Na confluência do sonho e da realidade
Perder-me na surpresa densa
Deste amor lento
Que me invade

Prenda-me em teus braços
Por entre ferros e aços
Em meio a fogo e chamas
Grita meu nome, me chama
Jogue-me nesta cama, me ama
Como quem ama a imensa chama que arde

Enrosque-se no meu corpo, o teu abraço
Ouça os ecos do meu próprio riso
Eu me enlaço em tua cintura, me desfaço
Quero beber o mel do teu sorriso.

E toda nua eu te encontro
Nesta loucura de meus sentidos
Neste fogo crescente estou perdido
Em meu louco coração que te ama

Arranca minha língua com teus dentes
Devaste o meu coração carente
Nesta chama que a minha alma transfigura
Neste amar que é a minha captura
Neste ato de delírio
Nesta dor, neste martírio
Dos meus braços que se estendem á tua procura
Para te amar, minha chama pura

Alexandre Montalvan

 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
788
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
3
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 19/02/2012 00:07  Atualizado: 19/02/2012 00:07
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4211
 Re: Delírios
Escrever é fundamental para os poetas.Uma poesia de amor comovente!Bjs.Varenka

Enviado por Tópico
Gem
Publicado: 21/02/2012 19:29  Atualizado: 21/02/2012 19:29
Participativo
Usuário desde: 14/02/2012
Localidade:
Mensagens: 21
 Re: Delírios
Vídeo bem trabalhado..
Imagens bem escolhidas..
Poema de sensualidade intensa..
Parabéns Alexandre..
Abraços

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/02/2012 20:10  Atualizado: 21/02/2012 20:10
 Re: Delírios
delirante...amei cada detalhe...

beijinho.
Isa