https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Saudade : 

O Custo da Inocência

 
Tags:  o    inocência    da    custo  
 
Está frio.
Fica sempre frio quando nos lembramos da criancice.
As flores deixam de fazer sentido quando se perde o deleite inocente,
das tardes passadas no pátio, com o sol a bater nas costas.

As memórias são frias.
As memórias mordem o pensamento quando nos deitamos,
à noite,
e procuramos o futuro nos vincos dos lençóis.

A perda da inocência dói.
Olhar para os baloiços onde,
outrora,
sorrimos,
dói.

Pânico.


les fleurs mortes.

 
Autor
Fleur
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1076
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 07/11/2007 21:19  Atualizado: 07/11/2007 21:19
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: O Custo da Inocência
Triste teu poema, muito reflexivo também,
gostei demais! Beijos!

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 07/11/2007 23:56  Atualizado: 07/11/2007 23:56
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: O Custo da Inocência
Um belo poema, sem dúvida. O talento poético é latente. Parabéns.
Abraço.
hAp