https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A Pipa

 
Tags:  reflexão  
 
A PIPA

A alegria da meninada
É vê-la sempre empinada.
Frágil, feita de papel,
Linha, taquara e cola,
Ela enfeita nosso céu.
E, assim, de norte ao sul
Sobe, desce, balança e rola...
Na grande imensidão azul.
Não importa sua cor,
Todas elas são belas
E sem asas ou motor
De forma persistente,
Consegue seu intento:
Subir contra o vento.
Quanto maior a corrente,
E sem nada na proa,
Mais alto ela voa.
Ela usa da adversidade
Como oportunidade
Para seu objetivo alcançar.
Quiçá, fossemos igual!
Assim os obstáculos da vida
Seria apenas um degrau
Para a nossa subida
Ao sucesso incondicional.




 
Autor
Barsanulfo
 
Texto
Data
Leituras
779
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.