https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A poesia foi revolta

 
O pior de tudo é quando a poesia se cala,
Ao calar a poesia consente.
A poesia é esta forma de sentir a vida,
As raízes que penetram na terra,
E nos agarra nas mãos e nos leva com ela.
A poesia não é apenas amor e confeites,
A poesia é dor e miséria,
Ódio e raiva,
Paixão,
Também.
E é uma forma suprema de dizer o sim e o não.
A poesia é sermos nós e sermos o outro – os outros
Disseram-me uma vez que poesia
Era o ar fresco da manhã,
Mas, eu nesse dia apenas senti o cheiro quente
Do vinho vomitado,
E então escrevi um poema sobre bêbados,
Prostitutas,
Desempregados e desesperados,
Mineiros assassinados pela força da justiça,
Mulheres no sossego do seu leito,
Violadas, assassinadas.
Disseram-me – mas isso não é poesia, é um pasquim
E eu olhei-os,
Da mesma forma que olhamos para um piolho
Entrincheirado entre os dedos
Antes de o fazer rebentar com a pressão das unhas.
E a poesia foi revolta.


Open in new window


 
Autor
Sedov
Autor
 
Texto
Data
Leituras
776
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
FelipeMendonca
Publicado: 05/09/2012 11:53  Atualizado: 05/09/2012 11:53
Luso de Ouro
Usuário desde: 01/12/2011
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 509
 Re: A poesia foi revolta
E dessa revolta, dos sentimentos que galvanizam a alma humana nasceram os mais belos livros e poemas como "As flores do mal" de Charles Baudelaire, "A rosa do povo" de Carlos Drummond de Andrade, "Poema sujo" de Ferreira Gullar, "O cão sem plumas" de João Cabral de Melo Neto, dentre tantos outros livros e poemas. Grande abraço.